acaendemico, por felipe ribeiro

sua poesia tá com aids a violência dos imbecis inimigos distantes é clara e fácil de combater a violência profunda dos que amamos e admiramos um dia, porém que usam da proximidade com nosso coração exposto que demos em suas mãos porque achávamos que aquele brilho no olhar era vitalidade e não ira esta violência que vem de dentro de nossa própria pele arrebenta e dá vontade de desistir como um ovo de inseto advindo do cheiro do sangue quente mas isto é só um reflexo desta vontade desistente destes falsos eróticos e maus amantes estampada neste sorrisinho azedo desta convulsãozinha de palavreado rebuscoso este chilique de falar nervoso e na pretensão da despretensão se você dançasse e transasse o não-falo, talvez não te assasse tanto seu olhar é herpes, te desejo como teatrinho de fantoche punhetinha de peste estupra policiais, transa os teus políticos deixa os delicados e carinhosos amigos seguirem cuidando das plantas que acham no lixo tua boca rachada quer ser venereada foder com os bichos rastejantes vai dar o cú pra quem tem templo vira puta e vai na tv falar toda sua enoooooorme sabedoria fode outra aluninha pra inflar o ego gasoso sempre tomando todo o espaço e achando que não existe e mantenha tua usura bem guardada no teu cu peludo skinhead 88 não molha o biscoito gostoso, sem fazer da cama um palco e do baixo ventre um púlpito presta atenção pra não paralizar os hormônios que fazem o sangue bombear quem poliniza polêmicas não sente a carícia do pólen As portas já estão abertas Pro quilombo do amor Correndo pra liberdade Ele funciona melhor Como feijão no algodão E depois de chover na minha horta Estou paralisada sob as estrelas Não quero subir no pau de sebo Deslizar fácil não tem graça Tem que ter veia Não quero sua urucubaca Dilatação é um estado de graça Você só quer estupro Eu quero transar mesmo

desliga a novela e vai transar amor incondicional! eu dormi depois daquilo tudo tinha ido até lá por amor pensando que iamos nos abraçar e transar gostoso mas ficou aquele ranço seu cu é uma arapuca de humilhações o ridículo é vergonhoso só pra quem ri da fragilidade alheia

a violência contra um é a violência contra todxs falando de tesão com ódio, imaginando como seria dar o cu pra mim mas preferindo bater a cabeça do pau contra a parede e não pude conter de rir e lembrar que não fodi tua mulher só fiz amor com ela você sabe, foi gostoso, foi doce, foi até fofo, mas ela prefere com nojo ela te ama mesmo e vai te proteger sempre… que Próspero se proteja das sanhas vis de Tituba… taca a merda de volta pra mim, nós não temos mais o que fazer mesmo… o importante é arruinar os que se aproximem pra inculcar bem gostoso no cu dos afetuosos o desejo de isolamento e podermos bradar bem alto: São todos caretas e solitários, mas eu não! Eu fodo tudo e sou foda! Panser!

eu fodo foda! vocês são mal comidas do mal se tem os cu trancado, que dizer dos que tão com hemorróidas no espírito? minoria erótica não é você e a horda de estupradores semiônticos honre tuas saias, porra! honre teu crossdressing! putas se respeitam e se protegem dos clientes violentos! não me obrigue a pôr teu nome na lista branca dos bobinhos playboys tentando ser fodão falando fininho e sendo cruel reizinho universitário erosão de merda por falta de cultivo da flora intestinal já é tão duro, tanta croposofia e economia do alento monta seu puteiro de alunos em Auschwitz e depois fala contra o delírio machista e o podrer levai todos os amantes a Nuremberg e declara guerra tua dança esquizo vai direto do estômago pro escroto antes de abrir svadhisthana, aliás antes de abrir qualquer chacra (mesmo sahasrara) é preciso abrir o coração supositórios de testosterona e anti-édipo não vão ajudar nisto trepa com o nariz um pouco corta os cabelos dele faz uma massagem no órgão sem corpos, antíego e depois assopra o vão dos dedos do pé pisca os cílios nos joelhos aí tu pega este pau perfeito e enfia em 90 graus sem ter nem que ajeitar com a mão pra entrar… mas enfia devagar passando em todas as dobras e paredes até chegar no G… você sabe, né? entra e sai é só isso entra e sai agora sai e sai e tenta entrar em si olha a buceta na tua glande deve doer mesmo me ver pra você precisar disto mas não reduza quem te olha ao que você quer que seja visto tua dor é pequena tua beleza tá em outro lugar olha em outro orifídio busca a cobra prisma, íris, cristal

não confunde a boca com o cu o afeto com o sem feto ou vai acabar vomitando palavras e com o rabo preso de vícios a crueldade ensina a crueldade como única saída para a crueldade

o sexo é pouco pra Eros it mesmo… a malícia que gosta de entranhar cada palavra bela com afetos tristes eu lambia o pau de Baruch e ele sorria afagando minhas orelhas não…isto aqui não é um poeminha erótico pro teu movimento estético pode botar tuas relações no teu currículo lates, baby o amor é mais importante!

sexo é compromisso, não é viagem, se pá fica esquisito quem vai cuidar dos ultravestis, estes corpos pós sexo por excesso de erotismo… mas deste tesão pela virtude, antiromantismo pra quem cruza os desertos e já cansou dos chacais, das jaulas de espelhos e dos mercados de carne

gozar o azul, olha no meu olho quando como teu coração, respeito com a comida é o ethos canibal que o egota do antro não percebe eu sou Heraclítores e você foi ressentido e não me tocou porque não toca os outros! só se toca! punheta com a buceta dos outras ainda é punheta e não refresca o cu atolado de si aí o Tarkovsky vira pra gata e diz: -Benhê, vamos ler uns poeminhas do meu pai? falando que nem o trânsito do trans, mas ainda pensando como falo fodendo virtualmente, sádico sem contato e masoquista sem contrato corpo liberal seguindo as regras da pena capital processo da cela, corpo incorporado travesti sou eu, você é só um perverso polimorfo mascarado de cu Mahler espanca Alma e depois morre de hemorróidas eu te digo de novo, olha nos meus olhos, você é o hetero aqui! fazendo um normativismo derivante! cagando ordens por medo da responsa e do respeito que demandam o cuidado e o amor seu cadáver, sobre ele eu danço depois das abluções na sina respeito é pra quem tem

achando que a estupidez e o ressentimento são uma novidade… o pai militar com a arma na cabeça do moleque de 9 anos dizendo: “Filho meu não é viado!” ou a namoradinha que traiu só com os melhores amigos pra ver se alquebrantava o brilho não é muito diferente do travesti juiz ou o erósofo do coração brocha, ou da buceta seca da indelicável o cara chega na perifa e diz a mesma coisa por 4 anos, ele tem 14 e não conseguiu ainda nem parar pra pensar em gozo: “agora, vocês têm 5 minutos pra me zoarem e humilharem. depois vão me ouvir!” vai foder uma professora na semana que vem e beijar um amigo do comando, mas vai continuar sendo o otário pros otários a violência não é uma novidade! viadinho em casa, branco playboy na quebrada, pobre quietão esquisito na escola no centro… filhinha do pastoreio, vagabunda de estância… você sente arrepio no coccyx quando sente tristeza? tá com os nervos gastos, é isso? zoa mais, filhinho de mamãe judia e filhos de santo! acha que foi fácil chegar onde chegamos? quer por tudo a perder e se converter num milico do afeto podre vais ter que descer o zohar todo antes vão ter um filho meu no seu cérebro enfiado por empalamento com Príapo pra todos os teus sonhos e no útero de todas tuas ninfas vai beber outra breja e fazer bullying com outro amiguinho? estupradores! olhem ao redor! estupradores! vocês se diminuiram a meros estupradores! eu vou castrar estes falos das tuas bucetas sujas de ricota verde Sardanapalo de quatro prum velocino de fezes vou limpar a cuspe a tua candidíase e vamos fazer sem preservativos já que a camisinha extrapequena lhe coube na carapuça Héracle, Héracles…..ha….I nursed him through twelve river orgies, a logic rehab, and a pregnant receptionist…. God’s creature, right? God’s special creature… I’ve warned him, Safo. I’ve warned him every step of the way. Watching him bounce around like a fucking game. Like a wind-up toy. Like 280 pounds of self-serving greed on wheels. The next thousand years is right around the corner. Héracles… take a good look, because he’s the poster child for the next millennium. These people, it’s no mystery where they come from. You sharpen the human appetite to the point where it can split atoms with its desire. You build egos the size of cathedrals. Fiber-optically connect the world to every eager impulse. Grease even the dullest dreams with these dollar-green gold-plated fantasies until every human becomes an aspiring emperor, becomes his own god. Where can you go from there? As we’re scrambling from one deal to the next, who’s got his eye on the planet? As the air thickens, the water sours, even bees’ honey takes on the metallic taste of radioactivity… and it just keeps coming, faster and faster. There’s no chance to think, to prepare; it’s buy futures, sell futures… when there is no future! We got a runaway train, boy. We got a billion Hercules all jogging into the future with their violence philosophies. Every one of them is getting ready to fistfuck God’s ex-planet, lick their fingers clean, as they reach out toward their pristine, cybernetic keyboards to tote up their fucking billable hours. And then it hits home. You got to pay your own way, Héraclie. It’s a little late in the game to buy out now. Your belly’s too full, your dick is sore, your eyes are bloodshot and you’re screaming for someone to help. But guess what — there’s no one there! You’re all alone, Héraclie. You’re God’s special little fucking creature. Maybe it’s true. Maybe God threw the dice once too often. Maybe He let us all down. de que adianta ficar se contorcendo sobre teu corpo doente de usura forjando a vozinha mansa de um verme por inveja das aves que cantam parabéns pela vitória, poderosaaaa! mas seu poder ressentido fede limpa teu pau, não é merda de cú nele não é petróleo PEGA E SE CUIDA BEM PEGA E SE CUIDA MAIS PEGA E SE CUIDA BEM PEGA E SE CUIDA MAIS

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s